“A MAIOR DE TODAS AS IGNORÂNCIAS É REJEITAR UMA COISA SOBRE A QUAL VOCÊ NADA SABE."

quarta-feira, 18 de maio de 2011

A Roda da Fortuna - Experimento

Exercício 1

Vá até um lugar sossegado onde tenha a certeza que não irá ser perturbado. Coloque à sua frente a carta da Roda da Fortuna, fixe por uns momentos a sua atenção na carta. Olhe atentamente para todos os pormenores: para cada uma das figuras que estão presentes na Roda, para o centro dessa mesma Roda. Inicie uma série de respirações até se sentir completamente relaxado.

A seguir tente pensar nos seus conflitos ou problemas que o envolvem ou afetam atualmente.

Feche os olhos, solte a sua mente e tente ver os seus problemas como se estivesse a assistir a um filme onde é apenas o espectador. Visualize os personagens envolvidos. Para cada uma escolha uma figura do Taro que represente cada pessoa ou situação na sua vida.

Visualize um cenário. Onde está? O que sente? Qual é a história? E como acaba?

Visualize agora a Roda. Em que sentido gira? Que sentimentos lhe traz a imagem que está por cima?

Aproxime-se e olhe atentamente para a figura do centro. Não faça perguntas, limite-se a olhar. Começa agora a sentir uma calma profunda... olhe atentamente para o movimento do aro da roda... começa a sentir-se cheio de energia e completamente revitalizado com a vida.

Procure descobrir no movimento da roda um fio de sentido para a sua vida. A roda gira, gira assim como a vida. Sente-se cheio de energia para resolver qualquer obstáculo, problema ou situação da sua vida.

Respire fundo, aos poucos desvaneça a imagem da roda e tudo o que criou. Abra os olhos, se sentir necessidade, pegue num papel e escreva tudo, o que sentiu, o que acha que deve fazer, enfim, escreva o que lhe apetecer mesmo que no momento ache que não tem muito sentido.

Nos dias seguintes leia o que escreveu. Esta carta costuma enviar-nos respostas claras desta maneira, encontrando as respostas que não se viam no momento.

Afirmações (conselhos) para a Roda da Fortuna:

- Adapto-me a todas as mudanças que ocorrem de forma serena. Deixo as forças do destino agirem sem medo do futuro.

- Eu sou a capacidade de mudar.

- Eu sou o criador do meu próprio destino.

- Eu sou a eterna energia em movimento.

Exercício 2

Sente-se com as costas direitas, as pernas paralelas e as mãos sobre as coxas, para não interferir no circuito energético. Situe o arcano A Roda da Fortuna sobre a mesa e num apoio, para que fique à altura dos seus olhos. Acenda uma vela violeta, a cor do arcano, e num queimador coloque um pouco de açafrão, pois é um perfume que vibra em sintonia com ele.

Depois de estar completamente descontraído/a, fixe o seu olhar no arcano A Roda da Fortuna e imagine como aumenta cada vez mais, até que todo o espaço visual fique invadido pela sua imagem. Contemple agora esta imensa maquinaria cheia de círculos, parecidos com as engrenagens de um enorme relógio, perfeitamente encaixados entre si e dispostos a pôr em andamento o movimento das esferas que sustentam o Universo. Contemple o grande círculo exterior, em cujos cantos se observam os símbolos dos quatro elementos. No seu interior e formando a estrutura da Árvore da Vida, aparecem os símbolos dos planetas; dentro do quadrado mágico e inscritas no interior de um círculo, encontram-se as representações dos signos zodiacais. Todo o conjunto forma uma enorme mandala, imagem simbólica do Universo, que se sustenta sobre um firmamento escuro e estrelado.

No centro da mandala, as pétalas da flor mística permanecem à volta do círculo do Espírito. Concentre a sua atenção neste círculo e sinta como todo o conjunto gira, as suas pálpebras tornam-se pesadas e sinta um formigueiro na testa que o/a obriga a fechar os olhos. Agora dê um passo em frente e entre no arcano. Depois de se encontrar no seu interior, sentirá o frio do espaço exterior enquanto observa como roda em frente de si as rodas da engrenagem da Criação.

Se o seu problema for econômico, imagine que do centro da mandala cósmica emerge uma energia violeta que envolve os seus pés; se sentir falta de afeto, sentirá que é o seu coração que recebe a energia violeta. Mas se for um problema de tipo intelectual, ou quiser entrar em contacto com alguém que esclareça as suas dúvidas, sinta como o seu cérebro é envolvido. Isto criará as vibrações necessárias para que possa atrair para si aquilo de que necessita.

Depois de terminar a meditação, dê um passo atrás e afaste-se da mandala, até sair do arcano e regressar ao seu estado normal de consciência.

Função do arcano:- Aumento de prosperidade

Representa:- A riqueza, as mudanças favoráveis e a expansão

Desperta:- O conhecimento dos ciclos da vida e de como se sucedem

Desenvolve:- A filantropia, a generosidade, a grandeza de espírito e a imparcialidade

Leonardo Rocha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que procuras? '.' .'.