“A MAIOR DE TODAS AS IGNORÂNCIAS É REJEITAR UMA COISA SOBRE A QUAL VOCÊ NADA SABE."

quarta-feira, 18 de maio de 2011

O Enforcado - Experimento

Exercício 1

Sente-se, não cruze os braços nem as pernas e coloque as mãos sobre as coxas. Coloque à sua frente o Dependurado. Acenda uma vela azul, a cor do arcano, e um pedaço de mirra ou algumas pedras de carvão, para queimar um pouco de essência ou pó de mirra, que é o seu perfume.

Quando estiver relaxado/a concentre a sua atenção no arcano e veja como as suas cores e as suas formas se tornam mais intensas e nítidas. Contemple as cores do entardecer e como as nuvens deslizam suavemente. Observe o suave ondular das folhas das árvores e a calma da paisagem. Fixe o personagem suspenso, de cabeça para baixo, por um pé, com as mãos juntas num gesto de oração; contemple a placidez do seu rosto e observe que, apesar da sua estranha postura, o seu corpo parece totalmente relaxado. Concentre-se depois no halo luminoso que rodeia a sua cabeça, parecido com o dos santos. Intensifique a luminosidade da auréola e olhe-o fixamente até que a sua luz o cegue e obrigue a fechar os olhos enquanto sente um formigueiro especial na testa, que aparece quando está a penetrar num estado alterado de consciência, isto é, em meditação. Dê um passo em frente e penetre no arcano; sinta como a brisa move os seus cabelos. É a mesma brisa que desloca as nuvens pelo céu do entardecer; veja como o Dependurado balanceia, imperturbável, e sinta como a sua força espiritual o envolve.

De seguida, visualize-se realizando aquelas coisas que o perturbam ou que criam hábitos dos quais se quer livrar; viva-as e sinta a sua repercussão na sua saúde, nas suas relações e na sua vida, o mais vivamente possível. Para se identificar com o personagem O Dependurado, sinta como a sua paz interior o inunda e a brisa do entardecer o faz balancear, suavemente, entre o céu e a terra. Agora, é o Dependurado; não precisa de nada, não se agarra a nada e encontra-se pendurado de cabeça para baixo em perfeita liberdade.

Sinta como a sua atitude face àquele hábito negativo mudou. A sua mente agora serena e distante, pode analisá-lo de um ponto de vista completamente diferente e decidir que já não o quer ter na sua vida. Envolva-se na felicidade de ter deixado para trás essa limitação que o impedia de encontrar a paz consigo próprio e viver totalmente livre. Finalmente, e para terminar a meditação, dê um passo atrás e sinta como sai do arcano.

Função do arcano:- Inversão de hábitos negativos

Representa:- A lei da inversão cíclica. O Tao. O êxtase

Desperta:- A imaginação, a inspiração, a procura do transcendental

Desenvolve:- A Abnegação e o sacrifício voluntário por uma causa justa

Exercício 2

Sente-se, não cruze os braços nem as pernas e coloque as mãos sobre as coxas. Coloque à sua frente o Dependurado. Acenda uma vela azul, a cor do arcano, e um pedaço de mirra ou algumas pedras de carvão, para queimar um pouco de essência ou pó de mirra, que é o seu perfume.

Quando estiver relaxado/a concentre a sua atenção no arcano e veja como as suas cores e as suas formas se tornam mais intensas e nítidas. Contemple as cores do entardecer e como as nuvens deslizam suavemente. Observe o suave ondular das folhas das árvores e a calma da paisagem. Fixe o personagem suspenso, de cabeça para baixo, por um pé, com as mãos juntas num gesto de oração; contemple a placidez do seu rosto e observe que, apesar da sua estranha postura, o seu corpo parece totalmente relaxado. Concentre-se depois no halo luminoso que rodeia a sua cabeça, parecido com o dos santos. Intensifique a luminosidade da auréola e olhe-o fixamente até que a sua luz o cegue e obrigue a fechar os olhos enquanto sente um formigueiro especial na testa, que aparece quando está a penetrar num estado alterado de consciência, isto é, em meditação. Dê um passo em frente e penetre no arcano; sinta como a brisa move os seus cabelos. É a mesma brisa que desloca as nuvens pelo céu do entardecer; veja como o Dependurado balanceia, imperturbável, e sinta como a sua força espiritual o envolve.

De seguida, visualize-se realizando aquelas coisas que o perturbam ou que criam hábitos dos quais se quer livrar; viva-as e sinta a sua repercussão na sua saúde, nas suas relações e na sua vida, o mais vivamente possível. Para se identificar com o personagem O Dependurado, sinta como a sua paz interior o inunda e a brisa do entardecer o faz balancear, suavemente, entre o céu e a terra. Agora, é o Dependurado; não precisa de nada, não se agarra a nada e encontra-se pendurado de cabeça para baixo em perfeita liberdade.

Sinta como a sua atitude face àquele hábito negativo mudou. A sua mente agora serena e distante, pode analisá-lo de um ponto de vista completamente diferente e decidir que já não o quer ter na sua vida. Envolva-se na felicidade de ter deixado para trás essa limitação que o impedia de encontrar a paz consigo próprio e viver totalmente livre. Finalmente, e para terminar a meditação, dê um passo atrás e sinta como sai do arcano.

Função do arcano:- Inversão de hábitos negativos

Representa:- A lei da inversão cíclica. O Tao. O êxtase

Desperta:- A imaginação, a inspiração, a procura do transcendental

Desenvolve:- A Abnegação e o sacrifício voluntário por uma causa justa

Leonardo Rocha


Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que procuras? '.' .'.