“A MAIOR DE TODAS AS IGNORÂNCIAS É REJEITAR UMA COISA SOBRE A QUAL VOCÊ NADA SABE."

quarta-feira, 18 de maio de 2011

O Diabo - Experimento

Sente-se na posição do faraó: costas eretas, pernas paralelas e mãos apoiadas nas coxas. Coloque o Diabo na mesa à altura dos seus olhos; acenda uma vela azul ou violeta, as cores deste arcano, e algumas pedras de carvão num queimador, adicionando algumas gotas de almíscar, o perfume correspondente.

Dirija a sua atenção para a imagem do arcano e procure não se deixar impressionar pela sua malignidade aparente. Agora relaxe-se e observe atentamente o arcano. Utilize a imaginação para realçar as formas e as cores; intensifique a imagem e faça com que cresça até começar a invadir todo o seu campo visual. Observe os homens e as mulheres prisioneiros deste personagem. Alguns parecem abatidos; outros bamboleiam-se voluptuosamente, e há mesmo uma mulher que aparece no fundo, esquelética, acorrentada a uma trave frágil, que, sem dúvida, poderia partir com facilidade. Toda a cena está enquadrada pelo que parece ser um campo de concentração ou uma prisão tão desordenada que não é possível reter ali alguém contra a sua vontade.

A cena é dominada por uma personagem com asas de morcego falsas e um par de cornos surgindo da sua testa. No nariz usa um aro, e nos seus punhos estão penduradas correntes que, aparentemente, o prendem a um homem, a sua mente consciente, e a uma mulher, o subconsciente. Agora concentre-se no símbolo do pentagrama invertido que está pendurado no seu pescoço. Deixe-se atrair para o interior do arcano; feche os olhos e dê um passo à frente para penetrar nele. Depois de estar dentro, sinta como um ar denso e quente, com cheiro a enxofre, lhe bate na cara; ouça os gemidos de prazer, de dor e de incoerência que os escravos deste inferno pronunciam. Logo de seguida, encare com O Diabo e, olhando-o fixamente, faça afirmações de poder em voz alta: "Eu Sou um espírito livre e imortal". "Sou um filho de Deus" (a cada afirmação o Diabo torna-se cada vez menor). "Tenho direito a ser feliz". Continue a fazer afirmações positivas até o Diabo se reduzir ao ponto de desaparecer de cena.

Liberte o homem e a mulher das suas correntes e observe como se abraçam e, ao fazê-lo, como se transformam em belos seres, perdendo os sinais de brutalidade e de ignorância. O céu abre-se e o sol penetra no lugar, iluminando a cena. Então, a prisão desvanece-se e, no seu lugar aparece um belo vale iluminado pelo sol.

Depois de terminada a sessão de meditação, agradeça às forças da Luz a sua ajuda, dê um passo atrás e saia do arcano.

Função do arcano:- Destruição do mal

Representa:- A ideia do mal, as limitações, os medos, a ignorância que gera o sofrimento

Desperta:- O sentido do ilimitado do ser humano. A compreensão para os outros

Desenvolve:- A compreensão das coisas aparentemente negativas. A capacidade de quebrar limitações.

Leonardo Rocha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que procuras? '.' .'.