“A MAIOR DE TODAS AS IGNORÂNCIAS É REJEITAR UMA COISA SOBRE A QUAL VOCÊ NADA SABE."

quarta-feira, 18 de maio de 2011

A Casa de Deus - Experimento

Sente-se com as costas direitas sem cruzar as pernas nem os braços, e as mãos nas coxas. Coloque a Torre sobre a mesa, à altura dos seus olhos, acenda uma vela da cor do ferro ou do aço, e num queimador coloque sobre algumas pedras de carvão um pouco de pimenta, o perfume que vibra com ele.

Concentre toda a sua atenção no arcano. Pouco a pouco, as formas e as cores adquirirão maior definição, até que a carta comece a aumentar e a ocupar todo o seu campo visual. Contemple a coroa que aparece em primeiro plano e que cai do alto da Torre. Olhe com atenção as jóias que a decoram, e observe, demoradamente, a enorme torre de rocha que se ergue pedra a pedra, como se tentasse alcançar o céu. Há qualquer coisa de denso e de pesado nessa torre.

Observe o entulho que cai, enquanto as chamas e o fumo se apoderam das ameias. Entre as ruínas, um homem e uma mulher caem no vazio lançados pelo abalo dos raios.

Concentre-se no olho divino que, do alto, lança os seus raios purificadores sobre a torre de pedra. Olhe a cintilação da sua pupila e sinta como se apodera da sua vontade, obrigando a fechar os olhos, enquanto sente o formigueiro especial na testa que lhe indica que está a entrar num estado alterado de consciência.

Dê um passo em frente e entre no arcano. Projete-se no interior da torre, alguns instantes antes do raio a atingir. As suas paredes sólidas são formadas por todas as ideias preconcebidas e os velhos conceitos que foi acumulando ao longo da sua vida. Sinta como cresce no seu interior, até que a Torre o oprima e fique entalado nela sem se poder movimentar. Então, pergunte: "Onde está aqui o espírito?"; ao conjuro da sua pergunta o céu abre-se e aparece o Olho de Hórus, inicia-se uma grande tempestade e um raio que surge do olho abate-se sobre a Torre, derrubando-a.

Então, a tempestade pára e o Sol surge de novo e ilumina-o, quebrando assim tudo quanto o oprimia, e libertando-o por fim. Mas se o que deseja com a sua meditação é defender-se de uma pessoa que, segundo pensa, o quer prejudicar, visualize como os dois personagens, homem e mulher, reparam rapidamente a Torre e fecham dentro dela a pessoa em questão, para que os grossos muros da sua prisão a protejam da sua influência.

Depois de terminada a meditação, demore um instante a agradecer ao arcano a ajuda recebida e dê um passo para trás para sair da imagem.

Função do arcano:- Derrube dos conceitos arcaicos da nossa psique que nos limitam. Defesa.

Representa:- O pressentimento de uma vida superior. Os relâmpagos de percepção espiritual.

Desperta:- O sentido de graça ou de culpa, de beleza ou de fealdade.

Desenvolve:- A coragem, a decisão, a força e a vitalidade.

Leonardo Rocha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que procuras? '.' .'.