“A MAIOR DE TODAS AS IGNORÂNCIAS É REJEITAR UMA COISA SOBRE A QUAL VOCÊ NADA SABE."

terça-feira, 17 de maio de 2011

A Papisa - Experimento

  • Exercício 1

Sente-se ou deite com a coluna ereta, coloque à sua frente o Arcano, A Papisa.

Se possível antes de começar a se desprender de suas tensões aconselho a lembrar de um problema particular que o (a) esteja afligindo. Feche os olhos, relaxe todo o seu corpo e mente como no arcano anterior. Respire profundamente, liberte com o ar todas as suas preocupações e inspire a Paz Profunda. Visualize diante de si o arquétipo da Papisa. Repita mentalmente, três vezes, a frase: "Eu ouço a sabedoria do meu coração e da minha alma".

Visualize-se no templo da Papisa, numa bonita noite de Lua Cheia. Ela está sentada no seu trono, o seu rosto transmite calma e serenidade e o seu olhar é maternal. Observe bem a Papisa. O que lhe transmite ela?

A Papisa tem ao colo o livro da sabedoria e do conhecimento. Ela convida-o(a) a sentar-se a seu lado. Abra o seu coração e ouça com atenção tudo o que a Papisa tem para lhe dizer. Ela passa-lhe para a mão o livro da sabedoria, que lhe ensina a obter e a criar. Leia-o. A Papisa irá ajudá-lo/a a nutrir a sua alma e dar-lhe-á todo o apoio que necessita neste momento. Ouça todos os conselhos que ela lhe dá com o seu coração.

Devolva agora o livro à papisa. Agradeça a ajuda recebida. Retire-se da sua presença.

Aos poucos, faça desaparecer a imagem do templo, respire de forma profunda e saia do seu relaxamento retomando seus movimentos.

Afirmações (conselhos) para a Papisa:

- Consigo refletir de forma serena em todos os aspectos que perturbam a minha alma. Deixo que seja a minha intuição a guiar os meus passos.

- Eu sou a intuição.

- Eu sou a sabedoria.

- Eu sou a serenidade.


  • Exercício 2

Instale-se comodamente em frente do arcano A Papisa, com as costas direitas, as pernas paralelas e as mãos apoiadas sobre as coxas. Coloque o arcano de maneira a que lhe seja fácil olhá-lo. Acenda uma vela azul, a cor que lhe corresponde, e ponha no queimador um pouco de cânfora a arder, um dos perfumes que vibram em sintonia com ele.

Respire profundamente, tentando levar o ar até ao seu ventre e penetre numa situação de calma total. Quando se sentir totalmente relaxado/a, dirija a sua atenção para a lâmina e inicie a visualização.

Imagine como o arcano de A Papisa cresce, tomando cada vez mais corpo e tornando-se mais e mais real, até ocupar todo o campo visual. Sinta o aroma da brisa do mar, permitindo que penetre no seu interior, e sinta como a frescura da noite o/a envolve docemente enquanto observa o vaivém das ondas, o resplendor da Lua e as letras douradas do livro; observe que nessas duas letras coexistem o passado e o presente.

Agora concentre-se nos olhos de A Papisa e sinta como o seu olhar o/a atrai irremediavelmente; notará um formigueiro na testa, exatamente onde ela exibe o símbolo do Yin e do Yang e, enquanto os seus olhos a fixam irão incitá-lo/a a fechar os seus. Agora, visualize dando um passo em frente, e funda-se com A Papisa. Imagine-se abrindo os olhos a partir do interior do arcano; sinta crescer dentro de si a sua energia, e pense que tem poder sobre a passagem do tempo, pois o arcano encontra-se num presente eterno. Observe as páginas do livro e verá passar a sua vida desde o momento presente para o passado, tal como se estivesse a viver numa regressão, até ao seu nascimento; analise se, algum problema que arrasta na sua vida atual, tem origem aí. Pode também tentar retroceder mais no tempo, regressando ao ventre de sua mãe, e inclusive recordar experiências de vidas passadas que possam ter-lhe provocado algum trauma. Depois de localizada a origem de um problema atual, visualize a sua vida de novo, desta vez em sentido contrário. Depois, dê um passo atrás, abandone a carta e saia do estado de meditação.

Finalmente, aponte as suas experiências para trabalhar com elas mais tarde. Se chegou a conhecer a origem do seu problema, a meditação com O Mago poderia ajudar a modificar o seu passado.

Função do arcano:- Recolha de dados

Representa:- A memória e o subconsciente. As leis do Universo

Desperta:- O princípio feminino e a dualidade.

Desenvolve:- A memória.

Leonardo Rocha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que procuras? '.' .'.