“A MAIOR DE TODAS AS IGNORÂNCIAS É REJEITAR UMA COISA SOBRE A QUAL VOCÊ NADA SABE."

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

A Justiça



Há um ditado que diz: “A escolha faz o homem”. Na verdade, depois de optar, tomar uma decisão, uma direção e dado o sentido à sua vida – como fez "os Enamorados" - , o Mago já príncipe, governa seu carro celeste, que voluntariamente se orientou pela direita e para vitória. Seguiu o caminho da Luz e da Vida, porém a Luz e a Vida não são eternas na Terra e sim, alternadas com a morte e com a noite.


Assim, mesmo pleno de vontade, de sua força, de seus esforços e da certeza que tem de vencer, de chegar ao fim, de obter êxito, é necessária a presença de nosso mago transformado em um príncipe, um trunfo essencial para avançar pela corda bamba do seu destino como acrobata, para eliminar o risco de cair para a esquerda ou para a direita, atingindo assim o equilíbrio. O que está fazendo o nosso príncipe de fato? Segue-se orientando para o futuro com a determinação de quem não tem a menor dúvida de que pode alcançar seu objetivo. Mesmo assim este terá a consciência de que, nem todos os meios valem para conseguir os fins de que temos direitos e deveres tanto em relação a nós próprios como aos outros?

Da forma como se apresenta no seu carro, ele ainda não sabe, porém tem vontade e estar disposto a aprender.

Acerca da Justiça não se interpreta aqui nesta carta no sentido de Justiça dos homens, seus códigos e suas leis, a este arcano atribui-se a noção de equidade, rigor moral, imparcialidade, honradez e integridade etc... O que parece às vezes lógico, razoável, saudável ou justo, nesta ou naquela circunstância, neste ou naquele momento, não é forçosamente moral perante a vida.

Uma primeira interpretação desta carta é que ela nos mostra a necessidade de encontrar um equilíbrio entre vários elementos contraditórios, entre forças ou ideias que estão em jogo em uma determinada situação. Seja em que momento for esse arcano evoca em seu sentido uma atitude imparcial, rigorosa, íntegra, disciplinada e justa, tal como seja a Justiça Divina. Essa carta também nos remete a uma Justiça consigo mesmo em que em certos momentos é preciso fazer o necessário deixando a própria vontade de lado. É claro que a aparição desta carta pode anunciar a intervenção da justiça dos homens na nossa vida: seja porque precisamos recorrer a ela em uma situação difícil, ou por já termos algo em andamento nela.


O Oitavo arcano do tarô é representado pela letra “H” e pelo número 8 significa em suma, o Equilíbrio, está associado ao signo de Câncer e Libra e ao planeta Vênus.

Basicamente seus significados positivos são: Equilíbrio, honestidade, rigor moral, lucidez, verdade, disciplina, harmonia, instinto, decisão firme e justa, imparcialidade, discernimento e clareza. No entanto também tem seus significados negativos que são: Decisão arbitrária, injustiça, parcialidade, dureza moral, intransigência, intolerância e erro de julgamento.

Podemos constatar muitos desses significados e suas aplicações em nossa vida prática, principalmente por pessoas que detêm o poder, mas não devemos nos eximir de culpa em nossa vida cotidiana. Um exemplo claro disso é a parcialidade que muitas pessoas que participam de sociedades em comum tem em favor dos “seus”. Sejam de uma Igreja, uma Ordem, empresa ou partido político. Essa parcialidade que deve ser combatida.

Seus verbos são: Avaliar, estabilizar, julgar, arbitrar, estimar, equilibrar, resolver, transigir e agir.

Seu simbolismo geral gira em torno da espada e da balança, a balança significando a equanimidade e a imparcialidade bem como o equilíbrio do assunto em questão, enquanto que a espada significa o cumprimento da Lei. Encontramos aqui o simbolismo dos arcanos 2 e 5. A mulher sentada ocupa o meio das colunas, primeira ideia do equilíbrio entre o bem e o mal, bem como a dualidade já expressada no segundo Arcano. A ciência oculta de início, teórica, tornou-se prática e foi ensinada oralmente. Agora ela aparece em todo o rigor de suas consequências, terrível para o falso Mago (espada), mas justa para o verdadeiro Iniciado (balança). Este arcano ocupa o meio como significado, entre os arcanos 5 (He) e 11 (caf).

Na Cabala está associado a Sefira Netsach.

Partindo pelo pré-suposto de sermos imperfeitos, somos também injustos, não temos o domínio da Justiça senão teríamos completa e perfeita compreensão das Leis divinas o que não é o caso da humanidade. Se nós somos injustos em nosso limitado julgamento é porque não sabemos como equilibrar os fatos e não temos também a sabedoria necessária para tal. A Letra Heth exprime, hieroglificamente, um campo. Daqui a ideia de “Todo” o que exige um trabalho, uma pena, um esforço. O poder equilibrante concedido por essa letra foge a nossa percepção, é o poder que tudo equilibra sem nossa participação, são as Leis de Deus em ação. Podemos identificar isso facilmente hoje em dia com esses “acertos” naturais que tem ocorrido em nosso planeta, o Homem invade florestas e mares no entanto a natureza precisa se acertar, precisa fazer uma compensação, é a Lei do equilíbrio agindo, não é a “Mão severa de Deus” como muitos afirmam, mas sim o poder de conservação das Obras divinas evocado pelo simbolismo da letra Heth. Justiça. Muitos se levantam pra dizer que nosso País (Brasil) é abençoado por Deus, por isso não temos terremotos e outros fenômenos naturais, calma não vamos nos precipitar. A Lei se cumpre sempre, compreendamo-la ou não, nada acontece à um povo que esse não tenha merecido no passado (ai entra o cumprimento da Lei de reencarnação) além de evocar o verdadeiro sentido da Justiça da Divindade.


Na numerologia está associado ao sucesso financeiro e ao equilíbrio do espiritual com o material.

Algumas curiosidades com o número 8:

As oito pessoas salvas do dilúvio de Xisuthrus são sinônimas de muitas oitavas de deuses, tais como os 8 cabírios, grandes deuses da Samotrácia; veja Bryant e Faber sobre esse mito.

Há 8 bem aventuranças na religião cristã, Mateus Cap. 5.


Houve muitas ordens maçônicas relacionadas com essa Ogdôada Noéica, como os prussianos, cavaleiros do machado Real ou príncipe do Líbano, os Noaquitas e os Navegante da Arca real.

John Heydon diz-nos que 8 eventos acontecem ao condenado e que há 8 recompensas para os Bem-aventurados.


Os judeus costumavam praticar a circucisão de seus meninos no oitavo dia do nascimento. Por ocasião do Chanucah ou festa da dedicação, os judeus acendiam 8 velas e essa festa durava 8 dias. Quanto à conjuração entre os antigos judeus, diz-se no Talmude, Succah, 53.1, que Levi usou 8 facas; Samuel na presença do Rei Sabor da Pérsia usou 8 taças e Abaji perante o Rabi Rava utilizou 8 ovos. Está profetizado que as Harpas que soarão na terra antes do Messias terão 8 cordas. Erachin, 13.2.

888 é o número de Jesus Cristo em oposição ao 666, o número da Besta.


O 8 para os chineses é muito importante não foi a toa que abriram as olimpíadas às 8h08 do dia oito, do mês oito, de 2008, no entanto não é por simples superstição que gostam do número 8, eles compreendem a vibração das palavras e em mandarim, a pronúncia do ideograma que representa o oito é quase igual ao da palavra fortuna. A pronúncia de oito é Pá e a pronúncia de fortuna é Fá.

Para os Vedas o óctuplo (sânsc. ashtanga-marga) caminhos de Budha (correspondente ao chakra vishuddha), que é o conjunto de atitudes que levam à extinção completa do sofrimento, este são: Visão correta (samyak-drishti); Intenção correta (samyak-samkalpa); Fala correta (samyak-vach); Ação correta (samyak-karmata); Meio de vida correto (samyak-ajiva); Esforço correto (samyak-vyayama); Atenção correta (samyak-smiriti); Concentração correta (samyak-samadhi).


Para o Povo cigano e as Bruxas da antiguidade, até mesmo para as comunidades Wicca o número 8 é tido como o número da “Hora da colheita” e curiosamente a data do Sabbath conhecido como Festa da colheita (Lammas ou Lughnasadh), curiosamente no hemisfério Norte (onde teve origem) é realizado no primeiro dia do 8° mês do ano.

Uma coisa que ainda não compreendi é o porque de Arthur Edward Waite em seu Tarô nascido em 1910 trocou o 8° Arcano tradicionalmente conhecido como “A Justiça” pelo 11° arcano conhecido como “A força”, ele inverteu passando o 11° para o 8° e o 8° para o seu lugar 11°. Ainda não entendi o “porque”.

No i ching é 21 Shih Ho

Leonardo Rocha '.'

3 comentários:

  1. UAU!!!!Adoro 8 mas sempre soube o porquê...vc é 8888888888888 infinitamente...hehehehe Irmãozinho,mais uma aula concluída...entendida?? Será? Só alguém com mt sabedoria e estudo é capaz de postar palavras sábias como vc!
    Vou te passar o e-mail que mais uso...vc vai rir! marciabasan8as@gmail.com
    E aí,é sugestivo?Bj namastê!fica na Paz!JGD!!!Te amo.

    ResponderExcluir
  2. Cara o que você é? Mago, bruxo? Com certeza sois Ir.'. cara tua visão das coisas é perfeita, parabéns, eu vejo teu blog de forma velada há muito tempo, e aprendo muito com ele, muito obrigado por tudo tu és um veradeiro Mestre, já que você apareceu então estou pronto.

    FV .'.
    M.'.M.'.
    G.'.O.'.B.'. G.'.O.'.S.'.P.'.

    ResponderExcluir
  3. Estou mt feliz hj...tá vendo?!??!?não sou só eu que te chamo de MESTREEEE!!!!Caramba quase td q essa pessoa comentou eu já te falei...adoroooo ler isso...só não te chamei de Mago nem Bruxo,mas sabes q é uma ótima idéia?!?!Nesse instante te vejo vestindo uma capa como um Mago,com olhar de Bruxinho lindo e com a sabedoria de Mestre filosófico...por exemplo:"Conhece-te a ti mesmo" - o lema em que Sócrates cifra toda a sua vida de sábio. O perfeito conhecimento do homem é o objetivo de todas as suas especulações e a moral, o centro para o qual convergem todas as partes da filosofia...não é lindo irmão?Aliás és lindo!Parabenizo esta pessoa por ter escrito o que vc merece ler!Reverências irmãozinho!Namastê!JGD!!!
    Bjs Fraternais.

    ResponderExcluir

O que procuras? '.' .'.