“A MAIOR DE TODAS AS IGNORÂNCIAS É REJEITAR UMA COISA SOBRE A QUAL VOCÊ NADA SABE."

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

A Papisa





O mago diz: A vida é um jogo. A papisa revela: mas tem suas regras.


A segunda carta do Tarô é “A Papisa” ou “A Sacerdotiza” “Beth”, Sua letra arábica é “B” , número 2, ela está sempre entre duas colunas, que são os braços do Mago, ela leva consigo um livro com os ensinamentos que ela mantém parcialmente oculto sob seu manto. Na Cabala corresponde a Sefira Chokmah, na anatomia esotérica ao Chakra frontal e a glândula pituitária.

No Tarô bíblico representa Mirian irmã de Moisés, no egípcio é Nun, a primeira divindade autogerada, é o grande abismo liquido primordial , é o princípio criador da vida que age no interior das águas. Do fundo do inconsciente brota, a luz da sabedoria e da fertilidade, sob a forma de Ra, o sol criador.

Eis uma relação entre a primeira e a segunda carta:

O mago: Homem, Ativo, princípio, unidade, Bohas, yang, iniciador, aquele que cria e destrói, cultiva e semeia, faz a guerra, o homem destrói para criar, revolução, Adão pai de Caim. Rá, pai.

A Papisa: Mulher, Passivo, verbo, binário, Jakin, yin, formadora, a que reúne, rega e colhe, procura a paz, a mulher edifica para conservar, conciliação, Eva mãe de Abel, Shu, filho.


Dois testamentos, são duas tábuas da Lei, os discípulos foram enviados de dois em dois, dois discípulos foram enviados por Jesus para buscar o jumentinho, dois para prepararem a páscoa, dois discípulos para sepultarem Jesus. Josué e Caleb foram os dois espiões, dois anjos resgataram Lot, houve duas testemunhas na ressureição e na ascensão. No livro do apocalipse de São João, O Divino, fala de duas Testemunhas, duas oliveiras e dois candelabros. Hoje o microscópio vem confirmar o que os Egípcios e os povos antigos já sabiam a muito tempo acerca do espermatozoide e do óvulo.


A unidade só pode se manifestar pelo binário; a unidade por si só e a ideia da unidade já são duas.

São as duas pontas opostas do triângulo de Salomão, assim o universo é contrabalançado por duas forças que o mantêm em equilíbrio; a força que atrai e a força que repele. Essas duas forças existem em física, em filosofia e em religião a revelação progressiva.


Como figuras mitológicas:Ísis-Néftis, Eva-Lilith, Inana-Ereschkigal, Deméter-Perséfone.

Exagrama do I Ching 2 k’um / O receptivo

A segunda carta em si nos remete ao aspecto maternal, lua, tanto que está relacionada com o signo de câncer e a Lua como expressão da nossa consciência lunar, da compreensão e do poder das nossas forças desconhecidas. Seus verbos são: Saber, conhecer, revelar, refletir e cumprir.

Num jogo de cartas ela geralmente representa a mãe, a vó, ou uma chefe, sempre remetendo a autoridade e maturidade com o conhecimento inato. Essa carta pode significar também, um alerta para situações que exijam reflexões antes de se assumir compromissos, ponderação e temperança.

Seus aspectos positivos: Serenidade, pureza de pensamentos e de intenções, pudor, virtude, conhecimento, sabedoria, intuição memória, reflexão, previsão, clarividência, dedução e experiência.

Seus aspectos negativos: Passividade, insociabilidade, simulação ignorância, egoísmo, inibição e dúvida.



Relacionando o conceito relacionado a essa carta a Hermes Trismegisto podemos citar seu quarto grande princípio: “Tudo é duplo; tudo tem dois polos; tudo tem seu par de opostos; o semelhante e o dessemelhante são uma só coisa; os opostos são idênticos em natureza, mas diferentes em grau; os extremos se tocam; todas as verdades são meias-verdades; todos os paradoxos podem ser reconciliados.”

Faz-se necessário tomarmos cuidado com o a díade no sentido da dúvida, podemos então cair na passividade, preguiça, etc...

O conselho que a Sacerdotisa dá é: Aja com sabedoria, eu protejo o conhecimento e quero que você aprenda a enxergar além do óbvio atentando-se à tudo que os outros não vêem. Não se assuste caso tenha vontade de conhecer mais de si mesmo, buscando compreender-se e ao mundo que o cerca. Não tenha medo de revelar teus sentimentos, eu faço a ligação do consciente com o inconsciente ajudando-lhe a ouvir o que teu interior pede, eu sou o espelho, a lua maternal que quero fazer-lhe entender tuas frustrações, esqueça o medo de errar e acredite em teu potencial.


Caso me venha algo a mais acrescentarei aqui assim como em outros arcanos.

Leonardo Rocha ‘.’

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que procuras? '.' .'.