“A MAIOR DE TODAS AS IGNORÂNCIAS É REJEITAR UMA COISA SOBRE A QUAL VOCÊ NADA SABE."

domingo, 7 de novembro de 2010

Amém

A palavra Amém tem uma história curiosa. É hebraica, tomada para as diversas traducões da Bíblia. Daí entrou para o Livro de Oracão Comum da Igreja Anglicana e, ao surgir o movimento Metodista, a pequena palavra hebraica tornou-se uma expressão de louvor usada sempre que necessária, como resposta às Escrituras, às declaracões do pastor ou simplesmente por um sentimento de alegria no Senhor. Nos anos que se seguiram, a palavra tornou-se comum, mesmo entre os não-religiosos, para expressar concordância em alguma coisa.

Amém significa verdade, verdadeiramente, com certeza, certamente. Usada no Antigo Testamento, serve muitas vezes para expressar muito mais do que um mero acordo. Uma autoridade no assunto explica: "Ao pronunciá-la, o ouvinte associa-se a si mesmo ao que foi proferido, admite aquilo como válido, faz daquilo algo seu, está pronto a submeter-se ao que foi declarado". Assim, o amém é uma assinatura vocal. Ao dizer amém, o ouvinte torna-se assinante de um convênio. Ele coloca o seu nome no final de uma página, dizendo, com efeito: "Estes são os meus pensamentos; eu darei apoio a eles". Quando o povo disse amém aos mandamentos dados por Moisés, concordou em segui-los aceitando as consequências. Vemos, portanto, que às vezes é perigoso dizer amém!

Na adoracão dos hebreus, a palavra era usada para confirmar a oracão e para sublinhar a solene promessa de uma doxologia. E, no início da adoracão cristã, era encontrada no final das oracões e doxologias, não como um sinal de que a oracão ou o louvor haviam terminado, mas como assinatura verbal da congregacão. "Que assim seja" é o significado da palavra grega usada nesses casos. A traducão do hebraico ao grego, no entanto, como pode acontecer com traducões, enfraquece a forca do original. Para entender o amém, precisamos voltar ao hebraico.

Jesus usou muitas vezes esta palavra. Escreve um comentarista do clero: "O sim da Igreja ecoa o sim de Deus, e este sim nada mais é nada menos do que o próprio Jesus Cristo - Aquele que o Apocalipse designa como a Testemunha Fiel, o Amém, o Verdadeiro Amém e o Amém Final!"

Um estudo da palavra amém, tal como usada na Bíblia, pode causar-nos espanto e apreciacão. É, na verdade, uma palavra teológica, uma palavra com um significado bem superior ao normalmente compreendido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que procuras? '.' .'.