“A MAIOR DE TODAS AS IGNORÂNCIAS É REJEITAR UMA COISA SOBRE A QUAL VOCÊ NADA SABE."

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Uma Mensagem de Natal


Pensemos no real significado do Natal, nascimento de Jesus? Gula? Deixemos de ser hipócritas dizendo que somos filhos do mesmo Pai, não nos tratando como irmãos, julgando correntemente o outro como se fôssemos melhores do que eles. Deus fez todos à sua imagem e semelhança pra nos considerarmos iguais e não para sucumbirmos em vaidades do mundo terreno.

Reflitamos sobre os animais, o que estamos fazendo com nossa dita, racionalidade? Prendendo-os em gaiolas, tirando sua liberdade, tratando uns com carinho e outros espetando com o garfo e levando à nossa boca avidamente para saciar nossa gula enfatizando nossa imoralidade perante a natureza?

Em breve faremos projetos para o novo ano, será que em nossa lista de metas à cumprir, consta identificar Deus em cada um de nossos irmãos e trata-lo como tal, não o desprezando porque ele não consegue manifestar Deus da forma que achamos conveniente? Será que consta em nossas metas ler menos a bíblia e pô-la mais em prática perante, a todos, sem de fato, esperar nada em troca?

Será que consta em nossas metas, ver menos televisão e pensarmos mais, por nós mesmos, criar ideias e não engolir as de outrem? Será que deixaremos de lado nossa preguiça mental e passaremos a pensar mais, falar mais e agir mais em prol da evolução? Será que nossos sonhos e metas não são egoísticos a ponto de desejar alcançar algo em detrimento de outrem?

Vamos praticar mais aquilo que aprendemos, se nossa vida está errada é porque pensamos, falamos e agimos errado, o tempo todo, somos aquilo que pensamos, não adianta fazermos planos se continuamos a pensar errado, criar animosidade, falar mal de outrem, etc.

Se nós olhássemos o próximo VERDADEIRAMENTE como IRMÃO, conheceríamos a Paz. Experimentemos incluir isso como meta, identificar no próximo um IRMÃO, sem se importar com sua cor, sua situação financeira, sua opção sexual, denominação religiosa, nada que seja externo, olhemos dentro, sua essência, busquemos no outro o que há também em nós, Deus.

Esse que vos fala é um garoto de 25 anos que precisa praticar tudo isso, a transformação é individual, mas não moro na Terra sozinho, por isso vos convido a tentar praticar um terço disso por dia, pois esse é um meio de sermos felizes, tentar.

Pensemos no Natal como um nascimento sim, mas não de Jesus e sim o nascimento das virtudes cristãs em nós, de uma tomada de consciência que é ao mesmo tempo mais complexo do que parece ser e muito mais simples do que se pretende pensar.

 O mundo começa agora, não no ano novo, todo dia é um dia novo, experimente fazer todos os planos que você faz no dia 31 de Dezembro para o ano seguinte, todo dia antes de dormir, quando colocar sua cabeça no travesseiro planeje todo o seu dia seguinte como se fosse um ano novo e tente cumprir metade com perfeição, verá no final de um ano que a maioria de seus objetivos foram alcançados. Força de vontade é algo que deve ser alimentada todos os dias.

Costumamos vestir branco simbolizando a Paz para um novo ano e mostrar-nos receptivo às energias do bem, bobagem se fazemos a guerra no decorrer do ano insultando os outros irmãos, discriminando os outros irmãos, acumulando sentimentos de inveja, ira, egoísmo, orgulho e vaidade, por nossos semelhantes, estaremos novamente sendo hipócritas por meio de nossas crenças e atos.

Com o propósito de encerrar eu vos desejo meus mais sinceros votos de Felicidade (lembrando que ela está nas pequenas coisas), saúde (lembrando que ela tem raiz nos pensamentos saudáveis e nas emoções construtivas), Paz (lembrando que ela está em reconhecer o próximo como nosso irmão e semelhante), Harmonia (lembrando para que ela se manifeste fora é preciso que se manifeste dentro) e Prosperidade (lembrando que prosperar não é gananciar, ganhar algo às custas de outrem) neste novo ano civil que se inicia.

Eu vos desejo também um Feliz Natal (lembrando que Natal significa “nascer”, nasça pois, para um novo dia todos os dias).

Leonardo Rocha \

Um comentário:

  1. Amor,

    esse texto me impactou e me fez refletir muito ontem. Ver o próximo como um irmão, imagem e semelhança de Deus, não é tarefa fácil. Como não julgar aquelas pessoas que cometem erros que se tornam hábitos de suas personalidade e que são altamente nocivas aos outros. Talvez esse seja o maior dos maiores objetivos da consciência humana, pois a medida que não tivermos mais a "capacidade" de julgar o próximo encontraremos a verdadeira paz.

    Perfeita a colocação do nascimento. Todos os dias temos um dia inteiro e novinho para realizarmos e/ou colocarmos em prática nosso planejamento e nossos projetos de vida. O meu plano para o próximo ano? Falar menos, ouvir mais, julgar menos e olhar mais para minha vida, me expor menos e observar mais, ler e estudar ainda mais, prestar mais atenção ao que é necessário e o que supérfluo, dentre muito outros.

    P.F
    Te amo.

    ResponderExcluir

O que procuras? '.' .'.